segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Homenagem aos servidores municipais do Rio de Janeiro

"Para prestigiar os profissionais dedicados a prestação de serviços públicos à população, a vereadora Rosa Fernandes (sem partido), propôs, na Câmara do Rio, através do Projeto de Lei nº 42/2011, a criação de uma placa em homenagem, agradecimento e reconhecimento ao servidor público municipal da Cidade do Rio de Janeiro.

O projeto prevê que todos os funcionários públicos da Cidade, ativos ou inativos, que tenham se destacado em sua atividade, recebam a homenagem. A placa será acompanhada do Diploma correspondente à honraria, cujo modelo ainda será definido pela Mesa Diretora da Casa. As solenidades para entrega da honraria acontecerão no mês de outubro, data na qual se comemora o dia do Servidor Público Municipal.

Em sua justificativa, a vereadora Rosa Fernandes define o servidor como peça fundamental para o desenvolvimento e consolidação de nosso Município e que deverá ser recompensado pela escolha em servir o povo. “Desejo demonstrar o reconhecimento e a gratidão da sociedade a um trabalho que é feito com muito esmero pois, em qualquer lugar, o carioca pode encontrar um funcionário público prestando serviços à população”, defende a parlamentar."
 (Disponível em: http://t.co/xpVj8Wl )

A Vereadora Rosa Fernandes, de tradicional família de políticos do subúrbio carioca, votou FAVOR das Organizações Sociais e da Taxa de Iluminação pública que nos sangra mensalmente.

Acho incoerente uma vereadora que é favorável a um processo de privatização disfarçada do serviço público - Organizações Sociais-, onde os servidores NÃO são protagonistas, venha agora com essa de homenagem. Ora, por favor! Fingir-se de preocupada com os servidores?

Se quiser convencer os servidores de sua boa intenção, lute por eles. Indisponha-se com o Executivo quando este procure esvaziar o serviço público. Trabalhe pela aprovação de Planos de Cargos, Carreiras e Salários dos servidores. Visite locais de trabalho, vá conhecer a realidade do serviço público na cidade inteira e não, palidamente, no seu reduto eleitoral!  

Um comentário:

Gabriel Melgaço disse...

Que baita hipocrisia risível.. Não sei o que sinto, se é um ódio ou um enjoo nauseabundo. Odeio essa gente